Adrenoleucodistrofia ligada ao X: correlação entre o escore de Loes e parâmetros do tensor de difusão

Autoria: Sergio Eiji Ono; Arnolfo de Carvalho Neto; Emerson Leandro Gasparetto; Luiz Otávio de Mattos Coelho; Dante Luiz Escuissato; Carmem Maria Sales Bonfim; Lisandro Lima Ribeiro
Fonte: Radiologia Brasileira
Tipo: Artigo
Ano: 2014
Idiomas: Português/ Inglês


Resumo em Português

Objetivo: Avaliar a correlação dos parâmetros do tensor de difusão com o escore de Loes e se os parâmetros do tensor de difusão poderiam indicar alterações estruturais precoces.

Materiais e Métodos: As medidas do tensor de difusão foram obtidas em 30 exames de 14 pacientes com adrenoleucodistrofia ligada ao X e foram correlacionadas com o escore de Loes. Um grupo controle de 28 pacientes masculinos foi avaliado para estabelecer medidas do tensor de difusão pareadas por idade. Análises estatísticas intra e interobservador foram feitas.

Resultados: As medidas do tensor de difusão apresentam forte correlação com o escore de Loes segundo o coeficiente de Pearson (r), com valores de –0,86, 0,89, 0,89 e 0,84 para a fração de anisotropia e difusibilidades média, radial e axial (p < 0,01). A análise da mudança nas medidas do tensor de difusão no estágio inicial da doença indica que os valores de difusibilidades média e radial podem ajudar a predizer a progressão da doença.

Conclusão: As medidas de parâmetros do tensor de difusão poderiam ser usadas como um adjunto ao escore de Loes, auxiliando no monitoramento da doença e alertando uma possível progressão do escore de Loes na faixa de interesse para decisões terapêuticas.


Abstract in English

Objective: The present study was aimed at evaluating the correlation between diffusion tensor imaging parameters and Loes score as well as whether those parameters could indicate early structural alterations.

Materials and Methods: Diffusion tensor imaging measurements were obtained in 30 studies of 14 patients with X-linked adrenoleukodystrophy and were correlated with Loes scores. A control group including 28 male patients was created to establish agematched diffusion tensor imaging measurements. Inter- and intraobserver statistical analyses were undertaken.

Results: Diffusion tensor imaging measurements presented strong Pearson correlation coefficients (r) of –0.86, 0.89, 0.89 and 0.84 for fractional anisotropy and mean, radial and axial diffusivities (p < 0.01). Analysis of changes in diffusion tensor measurements at early stage of the disease indicates that mean and radial diffusivities might be useful to predict the disease progression.

Conclusion: Measurements of diffusion tensor parameters can be used as an adjunct to the Loes score, aiding in the monitoring of the disease and alerting for possible Loes score progression in the range of interest for therapeutic decisions.


Artigo em Português: Adrenoleucodistrofia ligada ao X: correlação entre o escore de Loes e parâmetros do tensor de difusão

Full article in English: X-linked adrenoleukodystrophy: correlation between Loes score and diffusion tensor imaging parameters

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s