Avaliação ultrassonográfica da cavidade celomática de serpentes

Autoria: Priscilla Mitie Matayoshi; Priscilla Macedo de Souza; Rui Seabra Ferreira Júnior; Nereu Carlos Prestes; Roberta Valeriano dos Santos
Fonte: Veterinária e Zootecnia
Tipo: Artigo
Ano: 2012
Idioma: Português


Resumo em Português

O interesse pelos répteis cresceu nos últimos anos e o aumento do número desses animais em cativeiro tornou necessário para o veterinário o conhecimento em manejo e clínica. Exames complementares como a ultrassonografia podem auxiliar no diagnóstico clínico de afecções nesses animais, que muitas vezes, não apresentam sinais clínicos evidentes. A ultrassonografia é um método diagnóstico seguro, não invasivo e eficiente utilizado na medicina de répteis. Suas aplicações incluem monitoramento da função reprodutiva e diagnóstico de afecções por meio da análise das mudanças anatômicas e topográficas dos órgãos. Existem poucos trabalhos sobre os aspectos ultrassonográficos dos diferentes órgãos de um grande número de espécies de animais selvagens, sendo raros aqueles realizados em serpentes. Estes répteis possuem o corpo e os órgãos internos alongados, o que os difere dos outros animais na sua forma e apresentação. Diante do exposto, esta revisão teve por objetivo descrever a técnica de exame, bem como os aspectos ultrassonográficos dos órgãos que compõem a cavidade celomática das serpentes.


Resumen en Español

En los últimos años el interés por los reptiles ha crecido y el aumento del número de estos animales en cautividad hizo con que el conocimiento en el maneo y clínica sea una necesidad para el veterinario. Pruebas complementarias como el ultrasonido pueden ayudar en el diagnóstico clínico de las enfermedades en estos animales, que a menudo no muestran señales clínicos evidentes. La ultrasonografía es un método diagnóstico seguro, no invasivo y eficaz, utilizado en la medicina de reptiles. Sus aplicaciones incluyen el control de la función reproductiva y el diagnóstico de los trastornos de los órganos a través del análisis anatómico y topográfico. Existen pocos estudios sobre la apariencia ecográfica de los diferentes órganos de un gran número de especies de animales salvajes, siendo raros aquellos realizados en serpientes. Estos reptiles tienen el cuerpo y los órganos internos alargados, con lo cual les diferencian de otros animales en su forma y presentación. Teniendo en cuenta el anterior, esta revisión tiene el objetivo de describir la técnica de examen, y los aspectos ecográficos de los órganos que componen la cavidad celómica de las serpientes.


Abstract in English

Interest in reptiles has grown in the last years and the increasing of these animals in captivity became the knowledge in management and clinic, a necessity for the veterinarian. Complementary tests such as ultrasound may help in clinical diagnosis of diseases which often show no clinical evident signs. Ultrasound is a safe diagnostic method, non invasive and efficient in reptile medicine. The applications include monitoring of reproductive function and disease diagnostic through analysis of anatomical and topographical organs changes. There are few studies about ultrasound of different organs in a large number of wild animals and rare studies in snakes. These reptiles present the body and internal organs elongated, which differ them from others animals in form and presentation. The aim of this revision is to describe the technique of examination and the ultrasonographic aspects of the organs of coelomic cavity of snakes.


Artigo completo em PortuguêsAvaliação ultrassonográfica da cavidade celomática de serpentes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s