Prevalência de artefatos em exames de ressonância magnética do abdome utilizando a seqüência GRASE: comparável com as melhores seqüências rápidas?

Autoria: Viviane Vieira Francisco; Giuseppe D’Ippolito; Gláucia Palácio de Andrade e Silva; Alexandre Sérgio de Araújo Bezerra; Jacob Szejnfeld
Fonte: Radiologia Brasileira
Tipo: Artigo
Formato: PDF
Ano: 2005
Idioma: Português

Visualizar/ Abrir

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s