Avaliação do efeito de volume parcial na quantificação de atividade em imagens de PET/CT

Autoria: Alexandre R. Krempser; Silvia M. Velasques de Oliveira; Sérgio A. de Almeida
Fonte: Revista Brasileira de Física Médica
Tipo: Artigo
Ano: 2012
Idioma: Português


Resumo em Português

O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do efeito de volume parcial (EVP) na quantificação de atividade em imagens de um equipamento de tomografia por emissão de pósitrons e tomografia computadorizada (PET-CT) e na capacidade do equipamento de identificar lesões. Foram calculados coeficientes de recuperação utilizando um simulador com 12 cilindros de diâmetros entre 4 e 30 mm e um simulador de espalhamento padrão da National Electrical Manufactures Association, ambos preenchíveis com concentrações conhecidas de 18F. As imagens foram adquiridas para tempo de aquisição de 3 e 5 minutos e razões cilindro-fundo de n=8:1 e n=4:1. Foram encontrados coeficientes de recuperação entre 0,01 e 0,91 em função do diâmetro. Não foram observadas variações significativas por conta dos parâmetros de aquisição de imagem. Erros na quantificação de atividade acima de 70% foram verificados para cilindros com diâmetros menores do que 10 mm. Os cilindros com diâmetros menores do que 8 mm não foram identificados nas imagens e os simuladores se mostraram adequados para a avaliação do EVP em imagens de PET/CT. O EVP teve maior impacto sobre os cilindros com diâmetros de 6 e 4 mm. É necessário utilizar técnicas de correção do efeito de volume parcial nas imagens com o intuito de aumentar a acurácia quantitativa do equipamento estudado.


Abstract in English

The aim of this work was to evaluate the influence of partial volume effect (PVE) in the quantification of activity in images of a PET-CT scanner and its ability to identify lesions. Recovery coefficients were calculated using a phantom containing 12 cylinders with diameters between 4 and 30 mm and a National Electrical Manufactures Association scattering phantom, both fillable with known concentrations of 18F. The images were acquired for acquisition time of 3 and 5 minutes, and cylinder to background ratio of n=8:1 and n=4:1. The recovery coefficients were calculated between 0.01 and 0.91 depending on the diameter. Significant variations were not found in function of image acquisition parameters. Errors in the activity quantification above 70% were found for cylinders with diameters smaller than 10 mm. The cylinders with diameters smaller than 8 mm were not identified in the images. The phantoms were adequate for PVE evaluation in the PET/CT images. The PVE had the greatest impact on the cylinders with diameters of 6 and 4 mm. It’s necessary to use partial volume correction techniques in the images in order to increase the quantitative accuracy of the studied equipment.


Artigo completo em Português: Avaliação do efeito de volume parcial na quantificação de atividade em imagens de PET/CT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s