Astrocitoma pilomixoide intermediário e síndrome diencefálica: aspectos de imagem

Autoria: Olavo Kyosen Nakamura; Marco da Cunha Pinho; Vicente Odone Filho; Sergio Rosemberg
Fonte: Einstein
Tipo: Artigo
Ano: 2012
Idiomas: Português/ Inglês


Resumo em Português

O astrocitoma pilomixoide, entidade descrita como variante histológica do astrocitoma pilocítico, é um raro tumor primário do sistema nervoso central. Geralmente, localiza-se em topografia hipotálamo-quiasmática, acomentendo crianças com idade média de 10 meses. Apresenta alta taxa de recorrência e disseminação liquórica, podendo se apresentar ao longo de todo o neuroeixo. Dada sua topografia, pode se apresentar com atraso do desenvolvimento na infância e síndrome diencefálica, caracterizada por emagrecimento extremo, ausência de acúmulo de tecido adiposo, hiperatividade motora, euforia e estado de alerta. A ressonância magnética possui um papel importante para o diagnóstico, estadiamento e seguimento do astrocitoma pilomixoide. No entanto, para o diagnóstico definitivo, o estudo anatomopatológico é fundamental, principalmente na diferenciação com o astrocitoma pilocítico. Além disso, em alguns casos, como o aqui apresentado, evidencia-se a apresentação simultânea de características histológicas do astrocitoma pilomixoide e pilocítico, constituindo um grupo denominado astrocitoma pilomixoide intermediário. A cirurgia é a melhor opção de tratamento e geralmente há necessidade de tratamento adjuvante.


Abstract in English

Pilomyxoid astrocytoma, an entity described as a histological variant of pilocytic astrocytoma, is a rare primary tumor of the central nervous system. It is usually located in the hypothalamic-chiasmatic area, affecting children with a mean age of 10 months. It has a high rate of recurrence and cerebrospinal fluid dissemination, which may be present throughout the neuroaxis. Due to its topography, it may present developmental delay in childhood and diencephalic syndrome, characterized by extreme weight loss, lack of fat accumulation, hyperactivity, euphoria and alertness. Magnetic resonance imaging has an important role in its diagnosis, staging and follow-up of pilomyxoid astrocytoma. However, for a definitive diagnosis, anatomopathology is particularly important to differentiate it from pilocytic astrocytoma. Some cases, as in this present one, have simultaneous histological features of pilocytic and pilomyxoid astrocytomas, constituting a group called intermediate pilomyxoid astrocytoma. Surgery is the best treatment option and it usually requires adjuvant therapy.


Artigo completo em Português: Astrocitoma pilomixoide intermediário e síndrome diencefálica: aspectos de imagem

Full article in English: Intermediate pilomyxoid astrocytoma and diencephalic syndrome: imaging findings

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s