Análise de achados de imagem e alterações clínicas em pacientes com linfoma

Autoria: Flávio Augusto Ataliba Caldas; Caroline Tsumori Motomiya; Helena Cristina da Silva
Fonte: Radiologia Brasileira
Tipo: Artigo
Ano: 2002
Idioma: Português


Resumo em Português

A tomografia computadorizada é atualmente o estudo de imagem de escolha para a detecção e estadiamento de linfomas. A tomografia computadorizada é capaz de mensurar com acurácia significativa a extensão e o volume do tumor e prover informações que possam ser usadas para planejar uma estratégia terapêutica apropriada. O presente trabalho teve como objetivo descrever e analisar os achados de imagem obtidos por meio de tomografia computadorizada de tórax e abdome, acompanhada de ultra-sonografia de abdome total de pacientes com diagnóstico de linfoma e com sorologia negativa para o vírus HIV, alterações clínicas, como a queixa que levou o paciente a procurar o serviço de saúde, já revelando sinais de acometimento da doença linfocitária, neste momento ainda não diagnosticada, e alterações ao exame físico nesta primeira consulta. A amostra estudada foi composta por 30 pacientes, sendo que, destes, 40% teriam o diagnóstico de linfoma não-Hodgkin, 46,6% de linfoma Hodgkin, 10% de linfoma de Burkitt e 3,3% com o diagnóstico de linfoma linfoblástico.


Abstract in English

Computed tomography is currently the method of choice for the diagnosis and staging of lymphomas. Computed tomography enables accurate measurement of both tumor extent and volume and provides information that can be used to plan an appropriate strategy for the treatment. The purpose of the present article is to describe and analyze the chest and abdomen computed tomography and ultrasound findings in HIV-negative patients with lymphoma. Clinical abnormalities, such as the reason the patient sought medical assistance already showing evidence of lymphocytic disease (not yet diagnosed at this point) and the physical examination abnormalities seen on the first consultation were also studied. This study comprised 30 patients: 40% with non-Hodgkin lymphoma, 46.6% with Hodgkin lymphoma, 10% with Burkitt’s lymphoma and 3.3% with lymphoblastic lymphoma.


Artigo completo em Português: Análise de achados de imagem e alterações clínicas em pacientes com linfoma