Redundant nerve roots of the cauda equina: review of the literature

Autoria: Marcello Henrique Nogueira-Barbosa; Leonor Garbin Savarese; Carlos Fernando Pereira da Silva Herrero; Helton Luiz Aparecido Defino
Fonte: Radiologia Brasileira
Tipo: Artigo
Ano: 2012
Idioma: Inglês


Abstract in English

In imaging diagnosis, redundant nerve roots of the cauda equina are characterized by the presence of elongated, enlarged and tortuous nerve roots in close relationship with a high-grade lumbar spinal canal stenosis. This is not an independent entity, but it is believed to be a consequence of the chronic compression at the level of the lumbar canal stenosis and thus may be part of the natural history of lumbar spinal stenosis. The present paper is aimed at reviewing the histopathological, electrophysiological and imaging findings, particularly at magnetic resonance imaging, as well as the clinical meaning of this entity. As the current assessment of canal stenosis and root compression is preferably performed by means of magnetic resonance imaging, this is the imaging method by which the condition is identified. The recognition of redundant nerve roots at magnetic resonance imaging is important, particularly to avoid misdiagnosing other conditions such as intradural arteriovenous malformations. The literature approaching the clinical relevance of the presence of redundant nerve roots is controversial. There are articles suggesting that the pathological changes of the nerve roots are irreversible at the moment of diagnosis and therefore neurological symptoms are less likely to improve with surgical decompression, but such concept is not a consensus.


Resumo em Português

A redundância das raízes nervosas da cauda equina é caracterizada, no diagnóstico por imagem, pela presença de raízes nervosas alongadas, espessadas e tortuosas junto a uma área de estenose do canal vertebral lombar. Não é uma entidade independente, mas acredita-se que ocorra como o resultado da compressão crônica ao nível da estenose do canal lombar e que, portanto, pode fazer parte da evolução natural da estenose. O objetivo deste trabalho é revisar a histopatologia, a eletrofisiologia, as características de imagem, especialmente na ressonância magnética, e o significado clínico desta entidade. Como a avaliação atual da estenose de canal e das compressões radiculares é realizada preferencialmente por meio da ressonância magnética, é nesse método de imagem que a redundância das raízes nervosas da cauda equina será identificada. O reconhecimento desta entidade nos exames de ressonância magnética é importante, principalmente para evitar equívocos que poderiam levar ao diagnóstico de outras afecções, particularmente de malformações arteriovenosas intradurais. A literatura é controversa a respeito da importância clínica da presença de redundância das raízes nervosas da cauda equina. Há artigos que sugerem que as alterações patológicas da raiz nervosa são irreversíveis no momento do diagnóstico e que os sintomas neurológicos não são mais suscetíveis de melhora com a descompressão cirúrgica, porém este conceito não é um consenso.


Full article in English: Redundant nerve roots of the cauda equina: review of the literature

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s