Mammographic density in asymptomatic menopausal women: correlation with clinical and sonographic findings

Autoria: Beatriz Regina Alvares; Christian Henrique de Andrade Freitas; Rodrigo Menezes Jales; Orlando José de Almeida; Emílio Francisco Marussi
Fonte: Radiologia Brasileira
Tipo: Artigo
Ano: 2012
Idioma: Inglês


Abstract in English

Objective: To evaluate mammographic breast density in asymptomatic menopausal women in correlation with clinical and sonographic findings.

Materials and Methods: Mammograms and clinical and sonographic findings of 238 asymptomatic patients were retrospectively reviewed in the period from February/2022 to June/2006. The following variables were analyzed: mammographic density patterns, sonographic findings, patients’ age, parity, body mass index and use of hormone replacement therapy.

Results: Age, parity and body mass index showed a negative correlation with breast density pattern, while use of hormone replacement therapy showed a positive correlation. Supplementary breast ultrasonography was performed in 103 (43.2%) patients. Alterations which could not be visualized at mammography were found in 34 (33%) of them, most frequently in women with breast density patterns 3 and 4.

Conclusion: The authors concluded that breast density patterns were influenced by age, parity, body mass index and time of hormone replacement therapy. Despite not having found any malignant abnormality in the studied cases, the authors have observed a predominance of benign sonographic abnormalities in women with high breast density patterns and without mammographic abnormalities, proving the relevance of supplementary ultrasonography to identify breast lesions in such patients.


Resumo em Português

Objetivo: Avaliar a densidade mamográfica de mulheres menopausadas, assintomáticas, correlacionando com dados clínicos e ultrassonográficos.

Materiais e Métodos: Foram analisados, retrospectivamente, as mamografias e os dados clínicos e ultrassonográficos de 238 pacientes assintomáticas, no período entre fevereiro de 2002 e junho de 2006. As variáveis analisadas foram: padrões de densidade mamográfica, achados ultrassonográficos, idade, paridade, índice de massa corporal e uso de terapia de reposição hormonal.

Resultados: Idade, paridade e índice de massa corporal apresentaram relação inversa com os padrões de densidade mamográfica, enquanto o uso de terapia de reposição hormonal apresentou relação direta. Foram realizados exames ultrassonográficos complementares em 103 (43,2%) pacientes, sendo constatadas alterações em 34 (33%) delas. Os nódulos ultrassonográficos foram mais frequentes nas mulheres com padrões mamários 3 e 4 e sem expressão mamográfica.

Conclusão: Concluímos que os padrões mamográficos de densidade foram influenciados pela idade, índice de massa corporal, paridade e tempo de uso de terapia de reposição hormonal. Apesar de não termos encontrado alterações malignas nos casos estudados, evidenciamos alterações ultrassonográficas benignas nas mulheres com padrões mamários de alta densidade e que apresentaram mamografias sem alterações, demonstrando a importância da ultrassonografia complementar para a detecção de lesões mamárias nessas pacientes.


Full article in English: Mammographic density in asymptomatic menopausal women: correlation with clinical and sonographic findings

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s